MENU

Adolescente é apreendido por matar pais a marteladas e atear fogo na casa; ele revelou o motivo

Por Redação Para o Vizinho TV

24 de maio de 2024

Um adolescente de 16 anos foi apreendido na noite desta quinta-feira (23) em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, acusado de matar seus pais adotivos a marteladas e atear fogo na residência após uma discussão. Segundo a polícia, foi o próprio jovem que ligou para a Polícia Militar (PM) e para o Corpo de Bombeiros para relatar o crime.

De acordo com o relato do adolescente à polícia, o motivo da briga foi a recusa dos pais em permitir que ele faltasse à escola para descansar antes de uma aula de jiu-jítsu. Durante a discussão, o jovem pegou um martelo e desferiu vários golpes nos pais, matando-os no quarto do segundo andar da casa.

Após cometer o crime, o adolescente saiu para lanchar com um amigo e, ao retornar, ateou fogo no quarto onde estavam os corpos dos pais. A polícia e os bombeiros chegaram ao local após serem acionados pelo próprio menor.

O adolescente vivia com a família adotiva desde 2014. Ele é o mais novo de um grupo de quatro irmãos biológicos, cada um adotado por uma família diferente. Segundo o irmão mais velho do jovem, os pais adotivos sempre foram muito amorosos, mas o adolescente apresentava comportamentos agressivos desde a infância.

Os agentes que atenderam a ocorrência afirmaram que o menor admitiu o crime sem demonstrar arrependimento. Ele foi apreendido e encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), onde está à disposição da Justiça.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que deverá ouvir testemunhas e familiares para entender melhor as circunstâncias e os motivos que levaram ao crime.

Tópicos Relacionados

Últimas Notícias

Leia Mais