MENU

Cinco horas após ataque a banco na Ilha, polícia encontra dois suspeitos escondidos na própria agência

Por Redação Para o Vizinho TV

12 de maio de 2023

Rio de Janeiro/RJ – Policiais militares encontraram dois suspeitos do ataque a um banco na Ilha do Governador escondidos dentro da própria agência. Os homens estavam nos fundos do imóvel e foram presos — mais de cinco horas depois da ação, na madrugada desta quinta-feira (11).

No total, nove homens foram presos: os dois escondidos, três rendidos na agência ainda de madrugada e quatro na Nova Holanda, na Maré, logo após o confronto.

Como foi a ação

Segundo a polícia, pelo menos 12 homens — muitos de fora do RJ — foram até a Caixa Econômica Federal do Cocotá para explodir os terminais de autoatendimento. Mas a quadrilha vinha sendo monitorada e acabou surpreendida. Houve um intenso tiroteio.

O ataque foi por volta das 4h na Rua Capitão Barbosa, na Praia de Olaria, no Cocotá. Policiais cercaram o banco e passaram a trocar tiros com os ladrões.

Uma bomba chegou a ser detonada, mas não rompeu os cofres.

A grade da agência ficou toda marcada de balas. Dois carros usados na ação também foram atingidos.

Segundo a polícia, os bandidos eram de outros estados e foram cooptados por traficantes do Complexo do Alemão. Três dos presos são da Bahia, da Paraíba e de Minas Gerais.

A ação conjunta foi da 25ª DP (Engenho Novo), Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Delegacia de Repressão a Furtos de Cargas (DRFC), Subsecretaria de Segurança e a PM.

Tópicos Relacionados

Últimas Notícias

Leia Mais