MENU

Vereador Dione Carvalho denuncia ocupação irregular em prédio abandonado

Por Redação Para o Vizinho TV

08 de maio de 2024

Segundo o parlamentar, o prédio está sendo invadido por usuários de entorpecentes que cometem assaltos na região.

Durante a sessão desta quarta-feira (08/05), o vereador Dione Carvalho (AGIR) apresentou denúncias de ocupações irregulares em um prédio abandonado. Trata-se de um edifício de cinco pavimentos localizado na Av. Djalma Batista, s/n, no bairro da Chapada, próximo ao Millenium Shopping, às margens do Igarapé dos Bilhares. O prédio, citado pelo vereador, foi sede, por muitos anos, do ISAE – Instituto Superior de Administração e Economia, conveniado com a FGV – Fundação Getúlio Vargas, em Manaus.

Segundo o vereador, o prédio está sendo ocupado por pessoas que são usuárias de entorpecentes, as quais utilizam o local tanto como moradia quanto como rota de fuga. Muitos assaltos têm sido relatados por pedestres que passam pela região. Em seu discurso, o vereador também mencionou inúmeros casos de crimes ocorridos dentro do prédio, incluindo um incidente em 2017, no qual o corpo de um homem não identificado foi encontrado na área externa do edifício. O corpo foi descoberto por populares que sentiram um forte odor vindo do local. No mesmo ano, o prédio foi vítima de um incêndio, provocado por usuários de entorpecentes.

Apesar de estar bem localizado e possuir amplo estacionamento, o prédio tinha um problema crônico: seu subsolo e estacionamento eram inundados pelas águas do Igarapé dos Bilhares sempre que chovia acima da média na região. Provavelmente, isso tenha sido uma das causas do seu abandono.

O vereador, que é presidente da Comissão de Habitação, cobrou medidas do governo do estado para que sejam tomadas providências cabíveis em relação ao caso. Ele também anunciou que irá encaminhar um requerimento à SUHAB para que verifique o prédio abandonado na Djalma, assim como outros pela cidade de Manaus, com o objetivo de restaurar esses imóveis e transformá-los em centros comunitários para beneficiar a população.

“O fato é que prédios abandonados não cumprem sua função social, uma vez que o abandono resulta em problemas de ordem ecológica, estética, sanitária e de segurança. Um imóvel em estado de abandono serve de abrigo para marginais das mais variadas espécies, é usado como local para consumo de drogas e contribui para a disseminação de doenças, sem mencionar o acúmulo de sujeira e a poluição visual gerada, entre outros problemas”, relatou o vereador.

Tópicos Relacionados

Últimas Notícias

Leia Mais